Autor

25 de janeiro de 2011

Muito bem!

Líder da Fenprof considera "ilegítima" utilização de crianças nos protestos

"O financiamento aos colégios privados não pode ter valores superiores ao do ensino público, até porque o custo do trabalho dos professores no particular é bastante inferior ao do ensino público", argumentou.
Mário Nogueira criticou os proprietários dos colégios particulares, que classificou de "gente que construiu impérios".

"Gente que conseguiu, à custa dos financiamentos, enriquecer e ter até fartas caixas de esmolas, hoje não quer perder os privilégios que teve", acusou."

FENPROF e Mário Nogueira com um discurso coerente na questão do financiamento do ensino particular com contrato de associação.

Ver também aqui.

Sem comentários: