Autor

9 de outubro de 2011

À mulher de César não basta sê-lo…

Começo a ter dificuldade em digerir a falta de capacidade deste governo em por, de uma vez por todas, termo ao despesismo infra-estrutural do seu antecessor e com isso continuar a “malhar” nos professores.

De aperitivo serviu-nos a resolução do problema da ADD, polvilhado por um ilusório processo avaliativo. Tivemos ainda, servido como entrada, um ajustamento na carga horária das mediáticas disciplinas de Português e da tão querida Matemática.

Seguem-se os pratos curriculares principais, escolhidos perante a incapacidade de travar os gastos em infra-estruturas e despesas das mesmas, tendo no apetite um forte corte nos recursos humanos. 

Parece-me haver uma certa colagem deste governo ao bonito das novas escolas, tentado por uma qualquer boa imagem.

Por fim, não posso deixar de registar a bela campanha publicitária, do mecenas BES, para a divulgação das Olimpíadas da Matemática. Mas porquê Matemática e a “colagem” à SPM?

Sem comentários: