Autor

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Muito se trabalha!

Três argumentos contra o efeito da ADD no concurso docente.

Ilegal
Incoerente
Inoportuno



Inoportuno  – Para quê continuar a fomentar na cabecinha de alguns docentes que a ADD é um factor diferenciador na graduação do concurso, se Pedro Passos Coelho e Nuno Crato defendem alterações.  

Incoerente  – Se Pedro Passos Coelho e Nuno Crato defendem alterações, porque não executam já esta simples medida, em coerência com o discurso da campanha eleitoral.

DGRHE pede indicação da componente lectiva!


Depois do ME informar que sairão até ao final do mês orientações que terão implicação na atribuição da componente lectiva dos docentes, uma estrutura do ME, a DGRHE, decide disponibilizar a partir de hoje uma aplicação para as escolas indicarem, grosso modo, os docentes para DACL.  

Tal medida pode suscitar algumas questões sobre o timing e a coordenação que irá dentro do ME.

Será assim tanta a vontade de mostrar trabalho ao novo Chefe? Ou será que ainda não repararam que o Chefe mudou?