Autor

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Estou presente!

Não falta ninguém? 

Não, não é por moda!
Não, não é por ficar bem!
Não, não é por estar do lado do mais fraco, senão tinha que mudar de lado!
Sim, é porque começo a ficar farto da mediocridade desta sociedade lusa, que não a de negócios, mas antes, a das negociatas.

Ao Paulo exprimo a minha solidariedade.

Quanto ao conteúdo técnico do que escreveu – irrepreensível.
Quanto ao conteúdo linguístico, atendendo ao contexto, não o julgo “crime de lesa-majestade”, porém, neste país, o contrário não me admiraria! 
Sublinho, por fim, que a solidariedade não se circunscreve às palavras.

Para saberem do que (vos) estão a falar clicar aqui.