Autor

27 de fevereiro de 2012

No Blog Dear Lindo: A Resposta de Marcelo

A Resposta de Marcelo


A pergunta que o Arlindo elaborou na quinta-feira foi esta:
"Concorda que os professores que trabalharam no ensino público num dos  últimos dois anos anteriores à abertura de um concurso público e que tinham  prioridade sobre todos os outros a possam perder de um momento para o outro para  docentes que trabalharam quatro anos completos nos últimos 6 em escolas  particulares com contrato de associação?"


Tenho que fazer o seguinte reparo: não foram todos os professores que podem ser atingidos que mandaram a pergunta. Só foram 200! Para que fossem todos faltavam uns zeros...

1 comentário:

JM disse...

ZaratrustaEu diria que se perdeu uma boa oportunidade de tornar a coisa pública.

Ou o Prof. Marcelo não entendeu, ou não se deu ao trabalho de entender. Centrou o problema na classificação profissional (mal explicado), quando ele está no 4 em 6; referiu que as 200 perguntas que recebeu correspondem ao nº de professores que vão ser afectados, quando, pelas contas do “educar a educação”, são para cima de 50 000 os professores do público que vão ser ultrapassados pelos do privado, isto já para não falar dos professores do público com graduação superior que vão ser ultrapassados por outros, também do público, com graduação inferior por estes terem os 4 em 6.

Convinha que o prof. Marcelo fosse alertado para estas questões, senão ficámos na mesma, ou pior, pois agora a opinião pública ficou a pensar que são 200 mafarricos que estão a levantar problemas ao magnifico ministro.