Autor

18 de maio de 2012

Sucesso à deriva...

Mais Sucesso Escolar: 14 agrupamentos desistem por insucesso

Metas contratualizadas no programa não foram atingidas
Catorze agrupamentos/escolas dos 123 selecionados para o Programa Mais Sucesso Escolar (PMSE) desistiram do projeto por «não terem atingido as metas de sucesso contratualizadas», segundo um relatório do Ministério da Educação, que será divulgado nesta sexta-feira.
O Ministério da Educação lançou, no ano letivo 2009/10, este programa com o objetivo de apoiar o desenvolvimento de projetos de prevenção e combate ao insucesso escolar no ensino básico, de mais de uma centena de agrupamentos/escolas de todo o país.
O PMSE tem como referência os modelos organizacionais TurmaMais e Fénix lançados, respetivamente, pela Escola Secundária Rainha Santa Isabel, em Estremoz, e pelo Agrupamento de Escolas de Campo Aberto, em Beiriz.
Dados publicados no site da Direção-Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular (DGIDC) referem que, no primeiro ano de implementação do PMSE (2009/10), foram selecionados 123 agrupamentos/escolas.
Contudo, «no segundo ano do programa (2010/11), cerca de sete por cento dos agrupamentos/escolas não deram continuidade ao seu projeto por não terem atingido as metas de sucesso contratualizadas», referem os dados.
Neste ano letivo, cerca de cinco por cento dos agrupamentos/escolas desistiram do projeto pelas mesmas razões.
As escolas contratualizam com as direções regionais de educação (DRE) taxas de sucesso a atingir em cada ano letivo por um período de quatro anos, mediante um pacote de crédito horário, atribuído anualmente, de forma a sustentar as medidas de apoio aos alunos implementadas.
O relatório de avaliação do Programa Mais Sucesso Escolar vai ser apresentado hoje no Seminário «Sucesso educativo: Desafios e Oportunidades», que conta com a presença do ministro da Educação, Nuno Crato. 

Sem comentários: