Autor

3 de julho de 2012

Para indicar ao MEC Professores sem componente lectiva: Directores forçados a declaração de honra


Directores forçados a declaração de honra
" Os directores de escolas têm até sexta-feira para indicar ao Ministério da Educação e Ciência os nomes dos professores dos quadros que no próximo ano lectivo não terão turmas atribuídas. O procedimento repete-se todos os anos, mas desta vez a tutela exige um compromisso de honra que está a indignar os directores.
"Temos de declarar pela nossa honra que as informações são verdadeiras. É uma menorização inaceitável dos directores, que fere a nossa dignidade e até colide com posições do ministro Nuno Crato", critica Adalmiro Fonseca, da Andaep, associação de directores de escolas.
O dirigente contesta o facto de os directores terem de fazer esta estimativa antes da publicação do diploma da revisão curricular. Seja como for, prevê um aumento dos docentes sem componente lectiva e o despedimento de muitos contratados."

1 comentário:

batoteiro disse...

Sabes porque? Porque a batota era grande... e assim duvido que muitos arrisquem a expediente habitual. É que a inspeção vai estar metida nisto a sério. E a determinação é no sentido da moralização pois há situações gritantes de na mesma cidade um diretor chico-esperto conseguir muitos mais professores que outro honesto e sensato. Está isto bem? Não! está mal!