Autor

17 de dezembro de 2012

Papi à força.

Os planos de acompanhamento/recuperação levaram fermento, e do bom. Desta forma um  pázinho qualquer ganhou a notoriedade de um papi. Os quadrados para cruzes são exactamente os mesmos, muda-se o nome e voilá um papi, com um toque de classe a rematar a composição - o piroso mega-logótipo.

Até agora só os alunos que estavam em risco de retenção/reprovação é que levavam com o pázinho, agora até aquele típico aluno de nível quatro/cinco com negativa a Educação Física tem um papi a olhar por ele.

Até os defuntos pázinhos que transitaram do ano anterior estão a ser avaliados! Sempre dá menos trabalho que criar um papi!