Autor

28 de dezembro de 2012

Há investigar e investigar...


"(...) 
Uma decisão que a tutela de Nuno Crato tomou depois da directora-adjunta da DREC, Maria Castelo-Branco, ter enviado documentos ao ministro e ao secretário de Estado da Administração Escolar, João Casanova de Almeida, que provam a existência de casos de "saneamento partidário na escolha de presidentes da comissão administrativa provisória dos novos agrupamentos", em duas escolas. 
Além disso, Maria Castelo-Branco acusa a actual directora da DREC, Cristina Oliveira, de má gestão dos dinheiros públicos "ao ter alugado uma viatura entre Abril e Dezembro, no valor de 8.500 euros", apesar da DREC ter "duas viaturas à sua disposição e mesmo com a anunciada extinção do organismo" no próximo dia 31 deste mês.
(...)"