Autor

22 de março de 2013

Generosidade: nova proposta de redução do número de QZP (agora de 23 para 10!) II


Sem que as organizações sindicais se tenham pronunciado ainda sobre a proposta de quarta-feira, o ministro tinha pronto um novo mapa para os professores de QZP. Em vez das sete zonas são agora dez. Actualmente são 23, ou seja, quanto menos zonas existirem maiores as distâncias a que os professores podem ser colocados, correndo o risco de ficarem a dar aulas em escolas a centenas de quilómetros.
A nova proposta, que começou por ser apresentada à Federação Nacional de Educação (FNE), esta sexta-feira de manhã, prevê ainda um sistema de bonificações consoante a distância a que o professor ficar colocado. Assim, um docente que fique colocado a várias centenas de quilómetros da sua zona de origem poderá ganhar, como contrapartida, mais um ano de serviço.

1 comentário:

Professora disse...

Neste momento já existem milhares de professores (contratados, qzp e do quadro) a fazerem centenas de km (outros separam-se da família ou levam os filhos a tira-colo) por dia gastando grande parte do ordenado na deslocação, manutenção dos carros... Passam horas nas viagens, horas essa que fazem falta no apoio aos próprios filhos, companheiros e à sua própria sanidade mental. Todos os dias faço 240 km (já lá vão 4 anos) e sei que há quem faça muito mais. Por dia gasto 20 euros só no gasóleo. Sou prof de quadro "por opção" porque o marido estava desempregado e o meu qzp a abarrotar então concorri e fiquei colocada no último concurso. O esforço vale a pena!!!? Vejo prof com muito menos tempo de serviço do que eu à porta de casa com qualidade de vida... a"gozar" com a minha cara. Os concursos nunca foram justos para todos...