Autor

30 de setembro de 2013

Por Cristelo: O "chumbo" nas entrevistas da Contratação de Escola

Trata-se de um horário de 13 horas do grupo 520 em que até à tranche da candidata a seleccionar chumbaram todos os candidatos apresentados a entrevista com Reduzido

Só na tranche da candidata seleccionada é que houve classificações de entrevista positivas. 

Seria para iludir? 
Certamente que não, até porque a candidata seleccionada foi docente do Agrupamento, com renovações sucessivas, desde 2009, tendo já antes trabalhado no Agrupamento. 

Como é que se tira Reduzido numa entrevista? 
Certamente que não foi por estar bem colocado demais.

É para isto que serve a Contratação de Escola?

http://agrupamentoverticalcristelo.edu.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=254&Itemid=298






22 comentários:

Xanusca disse...

INACREDITÁVEL!

Rita Marisa disse...

NA VOLTA ESSE HORÁRIO DE 13 HORAS NAO VAIS ER DE 13H ,MAS DE 22H! PONHAM-SE ATENTOS! eU NAO SOU DESSE GRUPO, MAS ISTO É UMA VERGONHA! É MANDAR ISTO PARA A IGE!

Bal disse...

Grande Cátia Carina. Ainda há-de ir a adjunta!

marlene mendes disse...

Parece que não é só na Casa dos Segredos que compensa formar casais..

1001 maneiras e um quarto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
1001 maneiras de comer chocolate disse...

NOTÍCIA DE ÚLTIMA HORA: A colega tem escondidos na sua cave, os 7 CANDIDATOS QUE FALTARAM À ENTREVISTA!!!

educar A educação disse...

Foram removidos 3 comentários por se referirem a questões do foro privado que nada têm a ver com o propósito deste post.

Pedro Tristão disse...

Bem, o quanto uma pessoa se diverte por aqui... Por vezes penso que formação tivemos nós, mas isso ficará para outros posts...

Acho que o que se deveria tentar fazer, antes de crucificar tudo e todos, era tentar perceber o que aqui aconteceu. E realmente este povo tem uma língua muito afiada, mas não tem paciência para se informar! A verdade é que está consagrado na lei que os candidatos com menos de 9,5 na entrevista sejam excluídos. Decreto-lei n.º132/2012, artigo 39º, ponto 14 "Ao disposto na alínea b) do n.º 6 e nas alíneas a)
e b) do n.º 11 aplicam -se as normas constantes na Portaria
n.º 83 -A/2009, de 22 de janeiro, alterada pela Portaria
n.º 145 -A/2011, de 6 de abril." A alínea b) do n.º6 refere-se à entrevista de avaliação de competências e à avaliação curricular. Ora, consultando o ponto 13 do artigo 18º da dita portaria, "É excluído do procedimento o candidato que te-
nha obtido uma valoração inferior a 9,5 valores num dos
métodos ou fases, não lhe sendo aplicado o método ou
fase seguintes.". Qual é a dúvida? Com colegas como os que tenho visto aqui, fico admirado como só três tiveram reduzido...

Pedro Tristão disse...

E deixem-me acrescentar, antes que alguém me tente caluniar, que tenho namorada na mesma escola que eu... Mas trabalha nos serviços administrativos. Será que ainda poderei lecionar?...

Pedro Tristão disse...

E por fim caro autor deste blogger, que me merece todo o respeito, acho que ainda sobram comentários abusivos dessa senhora Rita Marise...

educar A educação disse...

Pedro,
A questão central é o chumbo nas entrevistas. Não acha estranho todos os candidatos entrevistados da terceira tranche terem classificação positiva e os das duas tranches anteriores negativas? Quanto à vida pessoal é com cada um.

P.S. Quanto ao comentário que se refere está dentro do teor dos removidos e por lapso ficou, pelo que será igualmente removido.

Pedro Tristão disse...

Eu gosto de discutir as coisas desta forma, e acho que assim todos aprendemos caro colega. E não com outro tipo de linguagem...

Obviamente que não estou por dentro do que aqui se passou, mas não me parece de todo impossível que três dos candidatos, e somente três, já que os restantes sete não compareceram, tivessem tido 8 na entrevista. É bastante plausível...

Não estou a defender a escola, nem a colega em questão, só detestei a forma como tudo aqui foi colocado.

E acho que muitas pessoas nem conhecimento das leis têm.

Pedro Tristão disse...

E, acima de tudo, devemos dar o benefício da dúvida. Pelo que vejo, a escola expôs toda a lista e não escondeu nada. E os critérios usados não foram aqueles usados em tantos outros agrupamentos... Mas, se ainda assim as pessoas não estão contentes, que recorram a quem têm de recorrer! Não façam é este espetáculo lamentável...

educar A educação disse...

Pedro,

Como saberá: Artigo 40.o
Seleção de candidatos
1 — Terminado o procedimento de seleção, o órgão de direção aprova e publicita a lista final ordenada do concurso na página da Internet do respetivo agrupamento de escolas ou escola não agrupada e em local visível da escola ou da sede do agrupamento.

Pedro Tristão disse...

Tem toda a razão, colega.

Volto a dizer, tudo pode ter acontecido. No entanto, não vejo nada assim de tão anormal. Principalmente comparado com outros casos, esses sim realmente graves, que vemos todos os dias por aí.

Só manifestei que não acho assim tão flagrante o que aqui aconteceu, e parece-me dentro da lei. Algo me diz que se a selecionada fosse a 15ª e esta nunca estivesse estado no tal agrupamento, ninguém acharia estranho.

As pessoas não devem ser beneficiadas por terem trabalhado no agrupamento, mas também não devem ser prejudicadas por essa razão.

De qualquer forma, o meu bem haja colega! E aplaudo a sua imediata reação em ter tirado os comentários injuriosos.

MM disse...

Pedro,
não seja moralista e muito menos ingénuo... Claramente está no país errado.

3CvAG disse...

Colega Pedro, conhece as recomendações do IGE sobre as OE? Sabe que a escola tem de publicar a lista dos 5 primeiros candidatos e desses selecionar um?!! Sabe que só podem passar à tranche seguinte se e só se todos os candidatos não aceitarem? Sabe que a regra dos 9,5 em entrevista só é válida para efeitos de ordenação dentro da tranche de 5 candidatos?
Este caso se for reportado certamente será anulado como já foram muitos este ano!!

Araponga disse...

Mesmo na 3ª tranche, reparem como ficaram ordenados os candidatos, a classificação na entrevista!! sem hipótese de não ficar... a única que tb teve BOM era a 15ª, as outras que lhe estavam aos calcanhares, toca a empurrar para baixo... Ehehehh, vale tudo...

Vítor Leal disse...

Conheço pessoalmente uma das entrevistadas "chumbadas" e posso informar que por várias vezes teve "Muito Bom" na avaliação na sua Escola mesmo quando era difícil os contratados terem esta classificação por causa das quotas. E sei que estudou a legislação e o contexto específicos das escolas TEIP, assim como o plano de melhoria da escola de Cristelo antes de se apresentar à entrevista. E que no fim me disse que tinha conseguido responder mesmo a perguntas estranhas, mas detetou sinais de que o júri em vez de apreciar o seu bom desempenho antes ficava nervoso com o facto...
Agora, como se afere objetivamente que ela "mereceu" ou não reprovar ? Não afere. Fica na consciência do júri, se a tiver.
Que seja mera coincidência se tenha selecionado a candidata que já tinha estado na escola e que alegadamente mantém uma "relação priveligiada" com o Diretor... acredite quem quiser... e puder (eu não).

educar A educação disse...

Este comentário só corrobora a minha preocupação, obrigado Vítor pelo seu comentário:
"Conheço pessoalmente uma das entrevistadas "chumbadas" e posso informar que por várias vezes teve "Muito Bom" na avaliação na sua Escola mesmo quando era difícil os contratados terem esta classificação por causa das quotas. E sei que estudou a legislação e o contexto específicos das escolas TEIP, assim como o plano de melhoria da escola de Cristelo antes de se apresentar à entrevista. E que no fim me disse que tinha conseguido responder mesmo a perguntas estranhas, mas detetou sinais de que o júri em vez de apreciar o seu bom desempenho antes ficava nervoso com o facto...
Agora, como se afere objetivamente que ela "mereceu" ou não reprovar ? Não afere. Fica na consciência do júri, se a tiver."

Pedro Varejão disse...

...o pior cego é aquele que não quer ver...

Serpico disse...

Pedro Tristão ou Morcão

Espera pelo Natal, ainda acreditas no pai Natal meu filho...como é que existem gente desta, deves de estar a trabalhar e sem necessidade de concorreres a OE.