Autor

22 de julho de 2013

Colégio em Fafe sem notas das provas do 2.º e 3.º ciclos por "irregularidades"

"Um total de 45 alunos do Colégio de Fornelos (Fafe) ainda não conheceram as notas das provas finais do 6.º e 9.º ano, porque há suspeita de irregularidades que estão a ser inspeccionadas pelas autoridades, indicou nesta segunda-feira fonte ministerial."

Colocações de docentes contratados só em Setembro. Cuidado!

Do comunicado de hoje do MEC:

"Os candidatos externos (contratados) fazem a manifestação de preferências para o concurso de contratação inicial no princípio de agosto. Por forma a haver melhor aproveitamento dos recursos humanos das escolas, a colocação de docentes contratados para as necessidades transitórias serão conhecidas a partir das reservas de recrutamento, sendo que as primeiras decorrerão no início de setembro, com efeitos para a contagem de tempo de serviço a 1 de setembro para os colocados." (negrito e sublinhado nosso)

Em  primeiro lugar considero de muito mau tom a tutela não objectivar o que entende por primeiras colocações. Serão só as colocações da primeira reserva de recrutamento? Ou outras? 
Contudo, é fácil depreender que não haverá colocações dos professores contratados até 31 de Agosto!
Sendo referido que a contagem de tempo de serviço terá efeitos reportados a 1 de Setembro aparentemente não incorrerão penalizações para os colocados, mas não fiquem certos de tal segurança. Pode o MEC, a par do que se passou a partir de 2008, impedir os contratados não colocados a 1 de Setembro de descontar para a CGA e obrigá-los a descontar para a SS, desta forma perderão algumas regalias, por exemplo, na protecção à doença.

Será interessante saber se quem em 2008/09 foi colocado na então primeira cíclica e foi obrigado a passar a descontar da CGA para a SS poderá agora alegar igualdade de tratamento...

RESULTADOS DEFINITIVOS DO CONCURSO NACIONAL DE DOCENTES (MEC)

"Já estão disponíveis no site da Direção Geral da Administração Escolar as listas definitivas do Concurso Nacional Interno e Externo 2013. O concurso realiza-se de quatro em quatro anos, e tem como objetivo o preenchimento de lugares permanentes disponíveis nos quadros de agrupamento de escolas e escolas não-agrupadas (QA/QE) por educadores de infância e professores dos ensinos básico e secundário.
O concurso interno visa a mobilidade dos docentes de carreira que pretendam transferência de agrupamento de escola ou de escola não agrupada, passagem de Quadro de Zona Pedagógica (QZP) a QA/QE ou transição de grupo de recrutamento. O concurso externo destina-se ao recrutamento de candidatos não integrados na carreira que pretendam aceder a vagas dos agrupamentos de escolas ou escolas não agrupadas. A este concurso apresentaram-se como docentes dos QZP os professores vinculados no concurso extraordinário concluído em abril.
Neste concurso, foram disponibilizadas 618 vagas e encerradas 253 vagas negativas. Mudaram de escola 1147 professores de QA/QE, 188 docentes de QZP passaram a QA/QE, 6 docentes em licença sem vencimento de longa duração (LSVLD) obtiveram vaga e 3 docentes até então não-pertencentes aos quadros do Ministério da Educação e Ciência obtiveram igualmente vaga no quadro de escola ou quadro de agrupamento de escolas. Inicia-se agora um período de 5 dias úteis durante os quais os professores deverão aceitar na plataforma online o lugar no qual foram colocados. A DGAE chama a atenção para a necessidade de os professores nesse período verificarem a plataforma e aí fazerem a aceitação da sua colocação.
Na fase seguinte, que se inicia na próxima semana, os docentes sem componente letiva e os docentes dos quadros de zona pedagógica não colocados terão obrigatoriamente que se candidatar à mobilidade interna, de acordo com a legislação aplicável. Também os docentes que procurem mudar de escola nessa fase concorrem à mobilidade interna. Os resultados serão conhecidos no final de agosto.
Os candidatos externos (contratados) fazem a manifestação de preferências para o concurso de contratação inicial no princípio de agosto. Por forma a haver melhor aproveitamento dos recursos humanos das escolas, a colocação de docentes contratados para as necessidades transitórias serão conhecidas a partir das reservas de recrutamento, sendo que as primeiras decorrerão no início de setembro, com efeitos para a contagem de tempo de serviço a 1 de setembro para os colocados.
Seguem-se os dados relativos a este concurso:
Lugares a concurso para QA/QE618
Lugares negativos (1) encerrados253

Lugares preenchidos
Vínculo de origemColocadosCandidaturas válidas
QA/QE114718 001 (2)
QZP18811 916 (3)(4)
LSVLD653
Sem vínculo ao MEC345 431
Total134475 401

(1) Lugares indicados pelas escolas como a encerrar caso haja saída de professores daquele grupo. Esses lugares só são encerrados no caso de saída dos professores da escola (por exemplo, por obtenção de vaga no concurso ou por aposentação).
(2) Os candidatos não colocados permanecem nos seus QA/QE de origem.
(3) Os candidatos não colocados permanecem nos seus QZP de origem.
(4) Todos os docentes em QZP concorrem à vinculação em QA/QE."

Os números das colocações: 1147; 3; 1

Existem 1147 professores de quadro que mudaram de escola

"Dos mais de 45 mil docentes candidatos a um lugar nos quadros do Ministério da Educação, apenas três conseguiram vincular: dois de Espanhol e um de Educação Moral e Religiosa.
Para os restantes 45.428 candidatos - o universo varia entre quem nunca deu aulas e os que acumulam mais de 10 anos de contratos - resta agora a segunda etapa do concurso para tentar conseguirem um contrato. Mas essa hipótese só estará ao alcance de uma minoria"

"Os outros 602 vão ter de esperar por uma colocação administrativa e depois vão ter de concorrer à mobilidade interna.
Ainda não existem datas para essa fase de concurso, mas tudo aponta para que seja na próxima semana."

Publicitação das listas definitivas do concurso interno e externo - ano escolar de 2013/2014